O Zumví – ZUMVÍ

O ZUMVI
ARQUIVO
AFRO FOTOGRÁFICO


A HISTÓRIA

CONHEÇA
UM POUCO
DA HISTÓRIA

O ZUMVI Arquivo Fotográfico é uma instituição idealizada, em 1990, por Lázaro Roberto, Ademar Marques e Raimundo Monteiro, três jovens negros das periferias de Salvador, que viveram em um contexto histórico adverso em meio à ditadura Militar e os percalços de serem Negros na cidade mais Negra fora do continente Africano. Fotógrafos afrodescendentes comprometidos com o registro das atividades culturais politicas e produção de imagens da cultura Afro-Brasileira. O objetivo era fazer fotografia documental, ou fotojornalismo. Mas tudo girava em torno do campo da documentação e memória: “Fotografar hoje para o futuro”, era assim que eles pensavam. Sem esta pretensão esses fotógrafos criaram um “Quilombo visual”, desenvolvendo uma afro maneira de registrar e criando um arquivo de memórias imagéticas dos negros, algo jamais feito no Brasil contemporâneo.

*O nome “Zumvi” é uma palavra fotográfica criada a partir de “Zum”, da lente, e “VI”, do olho; “É a capacidade da lente Zum de buscar a realidade que está longe, para perto”.


Veja Mais

LÁZARO
ROBERTO

Hoje, Lázaro vem fazendo o seu trabalho junto ao acervo sem os outros parceiros, pois, passaram a se dedicar a outras atividades. Antes disso, porém, ambos deixaram as fotografias e seus registros aos cuidados dele. Nos últimos sete anos Lázaro vêm tendo o auxilio do sou sobrinho, o historiador José Carlos Ferreira, que vem desenvolvendo e facilitando pesquisas acadêmicas sob o acervo no campo da memória, cultua e da Raça, bem como, na produção executiva da instituição.